sábado, 18 de abril de 2009

O que vem primeiro o ovo ou a galinha?(essa é fácil)


É terrível quando se vai a um evento e a maior observação se concentra em tudo que deu errado, sou adepta da propaganda da coca cola, “meu copo é sempre meio cheio”, e tem outra frase que se enquadra perfeitamente, essa de Chico: “um copo vazio esta sempre cheio de ar”, mas eu tenho que falar porque me revoltou.
Um certo evento começaria as 20:30, me enrolei, embacei, passei blush, discuti a relação, ou seja: um completo stress, um descontrole, um ‘tá tudo bem, ‘tá tudo certo e uma borrifada de perfume, 21:10 saí de casa, 21:20 obviamente receosa, pois é de extrema falta de educação chegar atrasada nesse tipo de convenção, na verdade em lugar algum é de bom tom, mas brasileiro já mede seu tempo com o atraso, o que é feio, muito feio. Então eu mesmo envergonhada, mas nem tanto, porque a cara de pau foi maior, eu fui, cheguei...
Havia uma mesa muito grande no palco do anfiteatro, nesta estavam sentados umas seis pessoas, fora o convidado para ministrar a palestra, (me desculpe se eu não tinha dito ainda que se tratava de uma palestra) eis que todas aquelas pessoas foram ao microfone e falaram, falaram, falaram, falaram, (isto eu sei porque me foi relatado) é isso mesmo e falaram, falaram. Como já dito por falta de educação ou sorte eu cheguei atrasada e só ouvi o ultimo que iniciou da seguinte forma: “Desejo ser breve, pois sei que vocês não estão aqui para me ouvir” (demagogias a parte, o plural só existe porque eu achei bacana escrever assim), eu odeio quando iniciam dessa forma porque se o cara quer ser breve, já corta essa frase, ele economiza letras, tempo e suspiros e é impressionante porque geralmente esse é o que mais fala.
Solenidades, solenidades. Eu sei que são necessárias pois um evento como este necessita de patrocínio e existe toda uma burocracia por trás, mas cidade pequena e em ascensão é um problema porque todo mundo quer usar a situação para auto promoção e o que seria uma palestra acaba num comício (muito provinciano) e quem passa o carão é o convidado que só conseguiu começar a falar as 21:50h. Com 10 minutos de palestra as pessoas começaram a se levantar, não por falta de educação ou desinteresse, mas pela impossibilidade devido o avanço do horário.
A frase que mais me marcou foi: “_Bom devido ao horário vou ter que dar um salto neste assunto”, isto foi dito repetidas vezes e não a toa. É necessário prestar atenção, uma referência jornalística sai lá do programa dele com muita boa vontade, e acaba contando suas experiências para meia dúzia de gatos pingados bocejantes, não pelo conteúdo ou a forma de expor a palestra, na verdade o convidado se mostrou muito dinâmico, mas o horário não permitiu algo diferente, dado início as solenidades a casa estava cheia e acredito que todos ansiavam pelo convidado, mas uma falta de organização e bom senso estragou todo um trabalho.
Então fiquei pensando... Talvez o mal habito das pessoas chegarem atrasadas aos eventos se deva a isso, porque de verdade ninguém quer ficar ouvindo: bla, bla, bla e bajulações, porém, será que fizeram as solenidades justamente para aguardar as pessoas chegarem? Não sei, mas tudo isso é muito chato e num da pra ter uma moral da estória, mas como eu disse inicialmente sou positiva e enxergo as coisas boas nas coisas ruins, se aquele monte de gente não tivesse falado tanto eu teria perdido uma excelente palestra. Eu , minoria, acho que o lance da coca cola nem rolou neste caso.

3 comentários:

Brenda disse...

É Sarah, a sociedade brasileira fez com que os eventos sejam assim, não só os eventos, como churrascos, festa de criança, até mesmo competições. O que custa uma pessoa chegar na hora certa? Custa que os brasileiros já sabem que se chegarem na hora certa vão ter que esperar uma hora ou mais para o evento acontecer, se todos os eventos começassem na hora correta, os brasileiros iam aprender, quem sabe a chegar na hora certa, como os britânicos. Se isso acontecer um dia aqui no Brasil, ia ser otimo, porque a pessoa saberia a hora certa que o evento ia começar e acabar, podendo se programar até para fazer outras coisas no mesmo dia.

Cão Reles disse...

Uma vez ouvi em algum lado...

"O atraso de uma pessoa tem a ver com o nível de importância que ela dá ao encontro que tem."

No entanto quando um evento dá para o torto muitas vezes tem a ver é com falta de organização. :P Não sei como é por ai mas aqui quando se vai a um concerto dá-se sempre a meia hora de desconto. Se diz no bilhete que começa ás 10:00 o pessoal aparece ás 10:30. :P

CG FILM PICTURES disse...

Olá!

Vim retribuir a visita e agradecer o fato de você seguir nosso trabalho. Em relação ao post, acredito que nada é por acaso e sempre é bom observar as pessoas falando. A vida em sí é a maior de todas as faculdades...

Abraços
Cleiton Guimarães
Se quiser retribuir a visita, fique a vontade.

Fazemos Cinema Amador
www.cgfilmpictures.blogspot.com